FOLKFARO - Folclore Internacional Cidade de Faro


Go to content

Grupos

Edições Anteriores > 2010



FRANÇA (Martigues) La Capouliero

Grupo proveniente de Martigues, a Veneza da Provença, cujo centro é construído em duas ilhas, namorando o Mar Mediterrâneo e o Mar de "Berre".
Na Idade Média, a união de três comunidades constituiu o inicio da futura cidade de Martigues. Na segunda metade do séc. XX, Martigues passa, em poucos anos, de uma cidade de pescadores à metrópole moderna de hoje, tendo o cuidado de não perder a sua identidade, e continuando a ser "a mais provençal de todas as cidades". O nome o grupo, Capouliero, refere-se às grandes redes de malha larga, colocadas nas saídas de açudes para reter os peixes.
La CAPOULIERO foi um dos primeiros grupos a aderir à Federação Folclórica do Mediterrâneo, tornando-se, desde logo, uma associação essencial na vida da cidade. Renascem, a partir da sua criação, as tradições de Martigues, tais como: as fogueiras de S. João, a cerimónia de oferendas na missa do Galo, a organização de um concurso anual de viveiros. E também os primeiros festivais de folclore, que surgem na década de 70.
Num mundo em busca de referências de identidade, o Grupo transporta marcos essenciais, tais como o pluralismo e a tolerância. Foi nesse espírito que a Associação CAPOULIERO criou o Festival de Martigues, em 1989, Meca de intercâmbios, reuniões e debates multiculturais.




CUBA Maraguan (Camaguey)

A República de Cuba é um país insular localizado no norte das Caraíbas, com cerca de 11 milhões de habitantes, cuja capital é Havana. A ilha foi descoberta por Cristóvão Colombo em 1492, na sua primeira viagem ao que seria depois chamado "Novo Mundo".
Na sequência da Revolução Cubana de 1959, liderada por Fidel Castro, o país transformou-se numa república socialista. A economia de Cuba sofre ainda hoje as consequências do rígido embargo comercial, imposto pelos Estados Unidos desde 1962. Apesar disso, o índice de pobreza de Cuba era o sexto menor em 2004 dentre os 102 países em desenvolvimento, estando entre os 83 países do mundo que ostentam um alto Índice de Desenvolvimento Humano.
O Conjunto Artístico Maraguán, fundado em 1981 em Camagüey, e representante da sua Universidade, é hoje um expoente maior do folclore cubano. É também um excelente exemplo de combinação da formação abrangente para o estudante universitário com o resgate das características definidoras da música e dança populares cubanas, e da América em geral.
Ganhou muitos prémios em território cubano, e recebeu opiniões favoráveis da crítica em Cuba e em vários países da América e da Europa, por onde tem viajado. Hoje o Grupo Maraguán reforça o seu trabalho na comunidade com a formação e consolidação de cinco agrupamentos de música e dança, abrangendo várias faixas etárias, desde os 5 anos de idade até ao nível universitário.




LETÓNIA (Riga) Rotala

A Letónia, ex-república da União Soviética, conquistou a sua independência em 1990. É uma das três Repúblicas Bálticas, banhada pelas águas geladas do mar Báltico, com importantes portos pesqueiros. Riga, a capital, é a maior capital das repúblicas bálticas. No bairro histórico de Riga misturam-se edificações medievais e prédios art nouveau, declaradas património da humanidade. As florestas cobrem quase metade do território, o que favorece o turismo ecológico.
O grupo de dança "Rotala" foi fundado em 1946 e adquiriu o seu nome a partir de uma dança. Tem a sua Sede no VEF, Palácio da Cultura.
Ao longo dos anos, muitos bailarinos profissionais se juntaram ao grupo, dando-lhe brilho e ajudando-o a ser o melhor entre outros grupos de dança em diferentes festivais, mas só em 1977, ganhou o estatuto de grupo folclórico. Em 1983 "Rotala" foi anunciado pela primeira vez como o melhor grupo de dança num festival, deixando toda a gente impressionada com a qualidade da sua actuação, continuando a ser-lhe atribuído o primeiro prémio em vários festivais depois deste. Em 1998, num festival onde actuaram diversos grupos internacionais o júri atribuiu ao grupo folclórico "Rotala" o maior galardão. Nos anos seguintes, passou a participar em diferentes festivais internacionais e competições.




MALTA (Gozo) Astra Folk

Malta é um pequeno país do sul da Europa, com 402 mil habitantes, localizado no Mar Mediterrâneo, sendo Gozo uma pequena ilha do arquipélago maltês, com cerca de 31.000 pessoas. Do património histórico de Malta, destacam-se os templos megalíticos, tidos como os mais antigos do mundo.
A ilha de Gozo é conhecida pelas suas pitorescas colinas, apresentadas no seu brasão de armas. Para uma pequena ilha, Gozo tem uma elevada concentração de Igrejas (22 no total), sendo rica em locais históricos.
Um apelido popular de Gozo é a ilha de Calypso, devido ao local de Ogígia no poema mitológico grego, Odisséia de Homero. Na mitologia, a ilha foi controlada pela ninfa Calypso, que deteve o herói da história, Ulisses, como prisioneiro de amor por sete anos.
O Grupo Folclórico Astra faz parte da "La Stella Philarmonic Society of Victoria" de Gozo. Desde a sua fundação, em 1970, o Grupo tem participado em vários espectáculos realizados em teatros, hotéis e clubes espalhados por toda a ilha de Malta, mostras culturais e eventos especiais para turistas. O grupo tem ainda participado em vários festivais de folclore, realizados em Itália, na Suíça, no Reino Unido, em França, na Líbia, no Egipto e na Rússia.




TURQUIA Pefhem (Pendik)

A Turquia é um país euro-asiático constituído por uma pequena parte europeia, a Trácia, e uma grande parte asiática, a Anatólia. Tem como capital a cidade de Ankara e o seu território é banhado por quatro mares.
A Turquia é uma república democrática cujo sistema político foi estabelecido em 1923, após o fim do Império Otomano. Actualmente, negocia a sua adesão como membro pleno da União Europeia.
A Associação PEFHEM apresentou o seu grupo em público no ano de 1976. A Associação tem o apoio do município de Pendik, cidade da área metropolitana de Istambul. Ao longo da sua existência a Associação tem vindo a desenvolver actividades que abrangem a Arte e Folclore turcos, Artesanato e Pintura Decorativa.
O grupo PEFHEM começou a participar em festivais internacionais em 1979 na Polónia, passando por Inglaterra, Alemanha, França, Espanha, Itália e Chipre, enquanto no seu país se encarrega da organização do Festival Internacional de Folclore de Pendik.
O grupo Pefhem cruzou-se com o Grupo Folclórico de Faro em 2009, no Festival de Iskele no Chipre, surgindo uma forte empatia entre os dois grupos da qual resultou o convite para participação no FolkFaro.




MARTINICA Ballet Racine Creole (Saint-Joseph)

A Martinica é um departamento ultramarino da França, com 1.128 km2 e 398.000 habitantes, localizado nas Caraíbas, a 7.000 km das costas europeias. É uma ilha do arquipélago da pequena Antilha, entre a ilha de Dominica e a ilha de Santa Lúcia, sendo Fort-de-France a sua capital. A cidade de Saint-Joseph, de onde é proveniente o Ballet Racine Creole, tem pouco mais de 15.000 habitantes. Graças à sua vegetação luxuriante, é considerada o pulmão da ilha. Possui inúmeros atractivos turísticos: o domínio florestal, a Igreja construída no século XIX que é uma réplica da Notre Dame de Paris e o Jardim Centenário, onde existem inúmeras variedades botânicas.
O espectáculo proporcionado pelo Ballet Racine Creole é pleno de emoção, alegria e cores quentes. Um evento impossível de passar despercebido por ser uma expressão viva de culturas e um símbolo de tolerância, amizade e respeito pelos outros.
Todas as danças são adaptações locais da vida em Comunidade como a imaginaram os diferentes povos que têm, sucessivamente, ocupado a Martinica.
Mas estas danças são também a mais completa herança de um passado, cuja origem remonta a África. A África é, por conseguinte, o berço da criatividade cultural de todos estes povos que querem transmitir a sua paixão pela dança em todo o mundo.



Sub-Menu:


Back to content | Back to main menu